Se até a resolução de conflitos tem um dia próprio, porquê continuar assim?

As pessoas deviam todas dar-se bem e conviverem em harmonia por forma a serem mais felizes e saudáveis, mas como isso nem sempre é verdade e existem bastantes conflitos, em 2005 criou-se o dia mundial da resolução de conflitos.

A data foi criada pela Association For Conflict Resolution e assinala-se anualmente na terceira quinta-feira de outubro.

O objetivo deste dia é apelar aos cidadãos para recorrer à mediação, à arbitragem e à conciliação para a resolução de conflitos, sublinhando as vantagens da resolução pacífica.

Para assinalar este dia realizam-se diferentes atividades pelo mundo. E, como Portugal não é exceção, destaca-se a abertura gratuita do Gabinete para a Resolução Alternativa de Litígios (GRAL), do Ministério da Justiça, em Lisboa, que dá a conhecer os meios disponíveis de resolver conflitos fora dos tribunais, de forma simplificada.

Se por acaso está a precisar de ajuda em algum conflito, é útil saber que existem 9 centros de arbitragem de conflitos em Portugal: 2 em Lisboa, 1 no Porto, 1 em Coimbra, 1 em Guimarães, 1 em Braga, 1 em Viana do Castelo, 1 em Faro e outro no Funchal.

E, já agora, se viera a Lisboa por causa de algum conflito, não se esqueça de visitar alguns dos melhores museus infantis da cidade e a grandiosa Basílica da Estrela!
Depois, se tiver motivos para comemorar, há vários rooftops que pode visitar!

(Visto 850 vezes)

Comentários