Quero tanto percorrer este passadiço escondido no Gerês! Dizem que é o pequeno Tibete português!

Com a chegada do bom tempo, a minha cabeça só pensa numa coisa, para além de cozinhar uns pratos mais frescos: passear. Conhecer melhor o lindo país que temos, perdendo as calorias a mais, enquanto vislumbro deslumbrantes paisagens naturais. O melhor de tudo é que não faltam opções. Lembra-se quando lhe falei dos Passadiços do Paiva? Já lá foi dar uma volta? E aquele passadiço em Ovar? Não é tão bonito? Pois agora apresento-lhe, em pleno Gerês, os Passadiços do Sistelo, que são simplesmente… fantásticos!

Ora venha conhecer comigo este passadiço! Sendo uma área meio escondida no Gerês, os Passadiços do Sistelo encontram-se entre cascatas (que maravilha!) e contam com 10 quilómetros que nós podemos percorrer com o maior prazer… É que, como está na fronteira do Parque Nacional da Peneda-Gerês, este Passadiço ainda é rodeado por uma densa floresta e alguns rios.

Vamos então ao percurso propriamente dito: tudo começa na aldeia do Sistelo, onde até podemos parar um pouco para ver cada pormenor do castelo local. Depois, passamos pelas margens do rio Covo, Alhal e Cerradinha. Se quiser, antes mesmo de entrar nos passadiços, aproveite para passar pela ponte romana e pelo moinho.

O modo como faz o percurso é à sua escolha: prefere a pé ou de bicicleta? Também pode correr nos passadiços: assim, fica em forma, quase sem dar por isso, com um cenário tão bonito como este!

E dizer que é “bonito” é pouco… muito pouco: afinal, ao longo do percurso, pode encontrar pontos de grande importância da zona, como as Capelas de Santo António e da Senhora dos Remédios ou o miradouro do Chã da Armada, para o qual podemos subir e observar toda a panorâmica! Sem esquecer as casas rústicas e os espigueiros.

Não se esqueça de levar uma marmita com uma refeição saudável: é que, no final do percurso, há o Parque de Merendas de Sistelo.

(Visto 3.900 vezes)

Comentários